quinta-feira, 8 de abril de 2010

Mário Faustino por Artur Gomes

- um filme de Jiddu Saldanha


leia mais sobre Mário Faustino aqui http://goytacity.blogspot.com/

o mundo que venci deu-me um amor
um troféu perigoso esse cavalo
carregado de infantes couraçados.
o mundo que venci deu-me um amor
alado, galopando em céus irados
por cima de qualquer muro de credo
por cima de qualquer fosso de sexo.
o mundo que venci deu-me um amor
feito de insulto pranto e riso
amor que força as portas dos infernos
amoré que galga o cume ao paraíso.
amor que dorme e treme, e que desperta
e torna contra mim e me devora
e me rumina em cantos de vitória.

Mário Faustino
http://juras-secretas.blogspot.com/

a dor nas minhas costas pesa-me
nas encostas do Brasil
águas escorrem e matam
não há beleza que pague
o rio de janeiro é um escombro só
não há governo que previna
segure ou ampare
corpos que descem dos morros
vidas perdidas nas favelas
aqui a natureza é viva
e cobra o preço da tragédia

arturgomes
http://goytacity.blogspot.com

Nenhum comentário: