quarta-feira, 12 de novembro de 2008

ProfanAção



não tenho papas na língua
nem padres conhecem meu canto
tenho a língua no entanto
e por isso não sou quieto
nem rezo em qualquer igreja
seja qual for teu espanto
minha hóstia teu corpo assim seja
meu vinho o espírito santo

arturcarNAvalhagumes


http://poeticasfulinaimicas.blogspot.com/

Nenhum comentário: